Agende sua visita!

  • YouTube
  • Instagram ícone social

BLOG

IMPULSIVIDADE, CONHEÇA ESSE MAL!

 

O indivíduo impulsivo quer seu prazer no momento presente e tem dificuldade de adiar a gratificação imediata, para aguardar o que virá no futuro. Existem alguns estágios comportamentais que caracterizam a impulsividade: primeiro há um impulso resultante de uma tensão crescente, em seguida o prazer de fazer algo para aliviar a vontade e, finalmente, a culpa por ter feito a ação, que pode ou não ocorrer.

A impulsividade pode levar o indivíduo a decidir de forma emocional, sem levar em consideração todos os aspectos de uma situação. É comum que as pessoas impulsivas tenham arrependimento futuro por não ter feito uma boa escolha no presente. Assim, a maioria dos indivíduos impulsivos apresentam algum tipo de prejuízo no processo de tomada de decisão.

É comum encontrarmos pessoas impulsivas envolvidas em episódios de agressividade, violência, comportamento social negligente, além de abuso de drogas. Existem vários transtornos psiquiátricos caracterizados por impulsividade, a maioria apresenta características semelhantes como a incapacidade de resistir a uma tentação, desejo ou impulso que pode prejudicar a si mesmo ou aos outros.

O autoconhecimento e o controle emocional são necessários para administrar as reações frente aos estímulos. O indivíduo, a partir da consciência de seu funcionamento, poder optar ter controle da impulsividade.

 A impulsividade geralmente está relacionada com a ansiedade. Em geral, pessoas ansiosas são impulsivas:

  1. Fala sem pensar.
     

  2. Fala muito rápido.
     

  3. Respiração acelerada.
     

  4. 'Engole' as palavras.
     

  5. Geralmente fala mais do que ouve, interrompendo o outro.
     

  6. Sempre com pressa, agitada.
     

  7. Se expõe independente da situação, ou seja, não considera o momento para falar.
     

  8. Se expõe com pessoas desconhecidas, ou até mesmo conhecidas, porém fala demais de si mesma.
     

  9. Não tem controle das próprias emoções.

A impulsividade pode ser controlada com meditação, relaxamento, yoga, exercitar pensar antes de falar e se a pessoa não conseguir fazer isso sozinha, deve buscar ajuda de um profissional.

 

Referências Bibliográficas:

Fischer, C.P./Fontes, M.A. “A impulsividade e o processo de tomada de decisão.”

Compartilhar Facebook
Compartilhar Twitter
Please reload

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Destaques
Recentes

April 26, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Social Icon
  • Canal do Youtube
  • Instagram Social Icon